Concurso de Desenho e Redação é 'pretexto' para alunos e educadores falarem de ética e cidadania

A etapa estadual do 11º Concurso de Desenho e Redação “Faça o que é certo ainda que ninguém veja!” foi lançada, oficialmente, em um evento que reuniu estudantes, gestores e educadores, em João Pessoa, na manhã desta sexta-feira (10/05). A iniciativa do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Controladoria-Geral da União (CGU) e Fórum Paraibano de Combate à Corrupção tem o objetivo de conscientizar estudantes de escolas públicas e privadas sobre a importância dos temas ligados à ética e à cidadania.

O coordenador estadual do Focco explicou que no ano passado, o Fórum realizou um concurso de redação, no âmbito de João Pessoa para turmas de estudantes de escolas estaduais e municipais. “Resolvemos ampliar a ação para alcançar todo o Estado, Para isso, o Focco se aliou ao Ministério Público da Paraíba e à CGU. Vamos fazer a versão estadual do concurso da CGU, com correção local e premiação específica. O objetivo é levar a mensagem da importância do combate à corrupção, porque nós que integramos os órgãos de controle, temos consciência que esse processo de mudança de mentalidade e prática só se faz com a participação da sociedade”, disse.

Não pelo medo

Já o representante da CGU, Rodrigo Paiva, falou sobre a expectativa positiva em relação à parceria da CGU com os órgãos locais, no sentido de alcançar um público maior. “O concurso é uma desculpa para que os temas ligados à ética e à cidadania sejam tratados em salas de aula. Temos que sempre fazer o certo, não com o receio de sermos punidos, mas porque estaremos, assim, contribuindo com o coletivo, com a nossa sociedade”, disse.

Giovanna Marques, secretária-executiva de Gestão Pedagógica da Secretaria de Educação do Estado falou da recepção da iniciativa. “É uma honra e uma satisfação muito grande essa possibilidade que foi dada, através do MPPB e da CGU e Focco, de, através da prática da escrita e leitura, a escola poder fazer uma imensa reflexão. O concurso é realmente um pretexto para ser discutido o papel de cada um para que a sociedade seja melhor. A proposta será trabalhada no segundo semestre em toda a rede estadual, junto aos professores de ciências humanas e códigos de linguagem e veio em um momento muito importante”, disse.

Começa da gente

“Os políticos e nós nos corrompemos cada vez mais e não ligamos para o bem do mundo. Eu acho que as pessoas não podem desistir de acabar com a corrupção, começando pela gente, a gente vai alcançando pessoas, municípios e Estados até que a corrupção acabe”, disse a estudante Gabriela Paulo, do 1º ano do ensino médio.

Já Ingrid Gonçalves, aluna do 8º ano do ensino fundamental chamou a atenção para a necessidade do controle social. “Quando você elege um político, não deve desistir. Deve acompanhar e cobrar para que ele cumpra as promessas que fez”, disse.

O concurso

O Concurso de Desenho e Redação vai premiar 13 estudantes dos ensinos fundamental e médio e da educação de jovens e adultos, matriculados em escolas públicas e/ou privadas. As inscrições estão abertas e devem ser feitas pelas escolas (públicas e privadas) até 23 de agosto, pelo endereço eletrônico https://concursos.cgu.gov.br/. Os alunos matriculados do 1º ao 5º ano do ensino fundamental deverão concorrer através de desenhos. Já os estudantes do 6º ano do fundamental ao 3º do médio e os de Educação de Jovens e Adultos (EJA) deverão escrever redações. Na etapa estadual, serão premiados 13 vencedores (um de cada ano), elencados em categorias. Na etapa nacional, há uma 14ª categoria: Escola-Cidadã, que vai premiar o melhor trabalho do tipo “Plano de Mobilização”.

A CGU deve divulgar o resultado do concurso nacional em dezembro. Após essa etapa, haverá o recorte dos inscritos da Paraíba para o julgamento dos vencedores da etapa estadual. Se houver vencedor paraibano na etapa nacional, ele estará, automaticamente, entre os 13 premiados da etapa estadual, um de cada série.

Os estudantes do ensino fundamental que obtiverem os melhores resultados receberão tablets. Já os alunos do ensino médio e do EJA serão premiados com um curso de português do Centro Zarinha, parceiro do evento. A premiação da etapa estadual deverá ser feita até fevereiro do próximo ano.

 

 

O Focco

Denuncie

Contatos

 (83) 2107-6075
Sede: Rua Rodrigues de Aquino, s/n,
Centro, João Pessoa. CEP:58013-030.